Sindicatos de servidores se reúnem com titular da SEAP para tratar de data-base e outras pautas - SindiSeab

NOTÍCIAS


FES

Sindicatos de servidores se reúnem com titular da SEAP para tratar de data-base e outras pautas

Representantes das categorias apresentam ao secretário Reinhold Stephanes uma proposta de reajuste. Nova reunião está marcada para dia 25 de abril.
28/03/2019


Na manhã desta quinta-feira (28), representantes do Fórum das Entidades Sindicais (FES) estiveram na Secretaria de Administração e Previdência do Estado (SEAP) para tratar com o secretário da pasta a pauta emergencial das categorias que compõem o quadro de trabalhadores(as) do Poder Executivo. Confira o relato sobre cada um dos temas tratados durante a reunião.



Data-base - o pagamento da data-base foi o tema central da reunião, já que há três anos os(as) servidores(as) estão com os salários congelados. O FES apresentou os estudos atualizados que comprovam a capacidade financeira do Estado e solicitou o pagamento dos 11,53% atrasados mais a previsão de 4,22% (acumulado da inflação referente ao último ano). Uma dívida que totalizará algo muito perto dos 16,24%.



O secretário concordou que a data-base atrasada é uma situação emergencial, adiantou que o governo reconhece o impacto negativo do calote dos governos anteriores (Cida e Richa) e que levará ao governador a reivindicação do reajuste.



Previdência - o Fórum solicitou mais transparência e participação nos debates sobre a PRPrevidência. O secretário informou que também irá incluir um representante do FES para participar em outro grupo do governo que estuda as formas de custeio de um novo plano complementar da PRPrevidência.



Contratações - o FES foi categórico ao afirmar que há um déficit no número de trabalhadores(as) que atendem à população nas áreas de saúde, segurança, educação e meio ambiente. O presidente do SINDARSPEN, Ricardo Miranda, expôs a necessidade de contratação de mais 2.900 agentes penitenciários no estado. Segundo Stephanes, o governo vai realizar ainda neste ano um novo concurso para agente penitenciário, mas não falou a quantidade de vagas a serem abertas.



O Fórum também cobrou a criação de um grupo de trabalho para analisar os afastamentos dos últimos quatro anos e, assim, fazer uma projeção do total e profissionais que precisarão se afastar de suas funções neste governo. Ao ter uma previsão do número de licenças, aposentadorias, falecimentos e remanejamentos, o governo pode não só prever novas contratações, mas se organizar com políticas de prevenção de adoecimentos e com abertura de concursos.



Mobilização dos trabalhadores - uma nova reunião entre o secretário e o FES está marcada para 25 de abril, às 10h, quando o governo deve apresentar uma resposta às questões apresentadas nesta quinta.



O FES programa uma grande mobilização para 29 de abril, exatos quatro anos do massacre aos servidores estaduais no Centro Cívico. 



Fonte: SINDARSPEN

Com informações da ASCOM/APP

Foto: Ascom/APP







Notícias relacionadas