Autoridades recebem SINDISEAB para discutir reivindicações dos servidores da SEAB e SEMA - SindiSeab

Área Restrita - Efetue seu login

NOTÍCIAS


Audiências

Autoridades recebem SINDISEAB para discutir reivindicações dos servidores da SEAB e SEMA

Na pauta, temas prioritários como data-base, ponto facultativo, QPPE, perícia médica, SAS e ParanaPrevidência.
10/05/2019

Nesta semana, o SINDISEAB participou duas importantes reuniões tanto na Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, no dia 07; quanto na Secretaria de Agricultura e Abastecimento, no dia 08 de maio. 



Na SEMA, a diretoria do sindicato foi recebida pelo Diretor Geral, Rasca Rodrigues, a pedido do Secretário Márcio Nunes. E na SEAB, o SINDISEAB se reuniu com o próprio Secretário Norberto Ortigara, com a participação também de membros do SENGE-PR (engenheiros), SINDIVET-PR (veterinários) e SINTEA-PR (técnicos agrícolas).



Data-base - o SINDISEAB reportou às autoridades a grande insatisfação dos servidores devido às perdas salariais acumuladas em 17,04%, o que representa dois salários por ano. O governo alega que seu sistema financeiro não está funcionando e por isso não pode fazer projeções de contas. O sindicato lembrou que o FES tem feito um profundo debate sobre finanças do Estado e solicitou que os secretários conversem com o governador afim de sensibiliza-lo, não só sobre este tema, mas também quanto aos avanços de carreira e a importância da ParanaPrevidência. 



Ponto facultativo - a maioria dos servidores das várias secretarias já fizeram reposição das horas, mas o sindicato vai continuar reivindicando do governo que a imposição não se repita. Na reunião da SEAB, o sindicato questionou o desconto salarial referente a uma paralisação em 2018, ocorrido somente na folha de três ou quatro servidores da ADAPAR de Irati. O secretário autorizou levantamento para tentar resolver o problema.



Qualidade de vida - outro tema importante é a necessidade de melhorar o atendimento na perícia médica e no SAS. Surgiu a ideia de promover programas de prevenção em saúde, assistência emocional e medicina ocupacional para os servidores em parceria entre os órgãos do governo e o SINDISEAB.



Treinamento especial - alguns servidores da SEAB e da CODAPAR alimentam dados  no sistema do Tribunal de Contas, sem capacitação, estão sujeitos a multas (sem ressarcimento) pois a responsabilidade é vinculada ao CPF de cada servidor.  O sindicato reivindicou treinamento técnico para que os servidores não corram riscos desnecessários de sofrer sanções.



Ambos servidores de carreira, Ortigara se colocou à disposição para abrir o diálogo com o governo; e Rasca vai agendar nova reunião com o secretário Márcio Nunes.






Notícias relacionadas