Aposentados e pensionistas sentem no bolso abocanhada do desconto previdenciário - SindiSeab

Área Restrita - Efetue seu login

Encontre uma notícia

NOTÍCIAS


O rato roeu!

Aposentados e pensionistas sentem no bolso abocanhada do desconto previdenciário

Além da alíquota ter subido de 11% para 14%, a faixa de isenção caiu de R$ R$ 6.101,06 (teto do INSS) para R$ 3.135,00 (três salários mínimos nacionais).
27/04/2020

“Foi por isso que ocupamos a ALEP ano passado e os deputados foram votar em sessão na Ópera de Arame”, lamenta o representante dos servidores no Conselho de Administração da ParanaPrevidência, José Maria de Oliveira Marques (SINTEEMAR).  “Chegamos dormir dois dias dentro da ALEP”, relembra.



Pra quem não lembra, a Emenda Constitucional 45 foi aprovada, em regime de urgência, em 04 de dezembro de 2019. Mas, por conta da noventena (90 dias para entrar em vigor), seus efeitos nefastos só estão sendo sentidos agora.



Mais servidores pagando - os sindicatos estão recebendo mensagens de aposentados e pensionistas, que até então eram isentos de contribuição previdenciária, desolados!



Para se ter uma ideia, para um aposentado que recebe um benefício/pensão no valor de R$ 6.000,00, o desconto sobre o excedente aos três salários mínimos (R$ 3.135,00), ultrapassa os R$ 400,00! Acompanhe o cálculo:



a)  R$ 6.000,00 - R$ 3.135,00 =  R$ 2.865,00



b)   R$ 2.865,00 x 14% = R$ 401,1



Betinho Júnior - o FES e os sindicatos de servidores públicos alertaram que a eleição de Ratinho Júnior representava a continuidade da política de Beto Richa e que os Deputados do Camburão, uma vez reeleitos, votariam contra os servidores. Mas a maioria preferiu acreditar em Fake News e em falsas promessas.



Servidor: quem sempre esteve ao seu lado, foi o seu sindicato!



 






Notícias relacionadas