Noticias


24/11/2017

Meio Ambiente

SINDISEAB firma apoio oficial ao Comitê Pró-Escarpa Devoniana

No dia 28 de novembro, o comitê vai entregar para Ademar Traiano, presidente da ALEP, um parecer técnico sobre as consequências da redução de quase 70% da APA, elaborado por ambientalistas.

O nosso sindicato aceitou o convite de fazer parte do comitê que está mobilizando a sociedade proteger a APA - Área de Preservação Ambiental - da Escarpa Devoniana. A Folha do SINDISEAB já publicou matéria especial sobre o tema: clique aqui

O comitê elaborou um parecer técnico a ser apresentado  para o Presidente da ALEP, Ademar Traiano, no próximo dia 28, às 09h00, na Sala da Presidência. A "ANALISE SOCIOAMBIETAL DO PROJETO DE LEI 527/2016/PR - REFERENTE A REDUÇÃO DA ÁREA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL DA ESCARPA DEVONIANA - CAMPOS GERAIS" conta com a assinatura de geólogos, biólogos, engenheiros agrônomos, engenheiros florestais, advogados, historiadores. O documento é assinado por doutores, mestres e especialistas em diversas áreas de conhecimento ligadas ao Meio Ambiente e pretende servir como contribuição técnica diante das ameaças ambientais contidas no PL 527/2016..

Atualmente integram o comitê:

* APAVE - Associação dos Protetores de Áreas Verdes de Curitiba e RM;
* CEDEA - Centro de Estudis, Defesa e Educação Ambiental;
* Cáritas Brasileira - Regional Paraná;
* Instituto Mata Atlântica;
* Mater Natura - Instituto de Estudos Ambientais;
* SENGE-PR - Sindicato dos Engenheiros;
* SINDISEAB;
* SPVS - Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem;
* Terra de Direitos.

CORPO TÉCNICO:
* Esp. ANDRÉ ZECCHIN - Bacharel em Ciências Biológicas e atua há 15 anos em projetos de conservação da biodiversidade. Desde de 2012 trabalha para Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem - SPVS, onde atualmente está a frente de projetos e ações de conservação da biodiversidade no âmbito de pequenas propriedades rurais, com enfoque na adequação ambiental, pagamento por serviços ambientais e restauração ecológica. Participa ainda das redes do Observatório do Código Florestal e Observatório do Clima. 

* DR. EDSON ARMANDO SILVA - Formado em História pela Universidade Estadual de Ponta Grossa(UEPG). Especialista em História do Brasil pela UEPG. Mestre em História Econômica pela Universidade Federal do Paraná e Doutor em História Cultural na Universidade Federal Fluminense. É professor desde de 1986 da UEPG. É autor de seis livros dos quais participou como autor de cinco livros e sobre co-autoria publicou a obra:" Espaço e Cultura:Ponta Grossa e os Campos Gerais ed.Ponta Grossa : UEPG, 2001". Foi presidente da Fundação Educacional de Ponta Grossa (FUNEPO) e presidente da Fundação Cultural. Também é professor do programa de mestrado e doutorado em história da UEPG. É membro do Conselho Cientifico PIBIC/CNPQ/UEPG e sua linha de atuação em pesquisa é a Construção Histórica das Identidades. Também é membro editorial de três revistas científicas: Publicatio UEPG. Ciências Humanas, Ciências Sociais Aplicadas, Lingüística; Revista Terr@Plural e Revista de História Regional.

* DR. EDUARDO SALAMUNI - Graduado em Geologia pela Universidade Federal do Paraná (1986), Mestre (1991) e Doutor (1999) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP. Professor Associado II na Universidade Federal do Paraná nos Cursos de Graduação e Pós-Graduação de Geologia, nas disciplinas de Geologia Estrutural,Tectônica Global e Neotectônica. Suas linhas de pesquisa estão concentradas em Análise Estrutural, Tectônica e Neotectônica com abordagem sobre a tectônica cenozoica e neotectônica da região sul do Brasil; a morfoestrutura e a morfotectônica da Serra do Mar e análise de falhas no pré-Cambriano do Paraná. Possui ampla experiência nas áreas de Hidrogeologia e Mapeamento Geológico. Foi Diretor Presidente da MINEROPAR ? Serviço Geológico do Paraná (de 2003 a 2011) e foi Chefe do Departamento de Geologia da UFPR (de 2013 a 2016) e membro do Conselho Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico pelo mesmo período. Atualmente é membro do Conselho de Administração UFPR. Publicou 30 artigos completos publicados e 86 resumos expandidos e simples.

* DR. CARLOS  FREDERICO MARÉS DE SOUZA FILHO - Graduação em Direito pela Universidade Federal do Paraná (1969), mestre em direito pela Universidade Federal do Paraná( 1988 - Proteção Jurídica dos Bens Culturais) e doutor em Direito pela Universidade Federal do Paraná (1998 -  Direito dos Povos Indígenas. Integra o Programa de Mestrado e Doutorado da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, onde é professor titular de Direito Agrário e Socioambiental, Professor do Mestrado, Doutorado e Graduação em Direito. Foi procurador do Estado do Paraná de 1981 a 2015. foi Secretário de Cultura de Curitiba e Presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Procurador Geral do Estado do Paraná, Presidente da FUNAI ( Fundação Nacional do Índio), Procurador Geral do Incra ( Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), Diretor do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul, do qual foi membro presidente, foi membro do Conselho do Patrimônio Histórico Artístico do Paraná de 2003 a 2010. Foi novamente Procurador Geral do Estado do Paraná entre os anos de 2008-2009. Foi integrante do conselho do Instituto Latinoamericano para una Sociedad y un Derecho Alternativos- ILSA (Bogotá), Membro do Instituto Brasileiro de Advocacia Pública(IBAP), Sócio fundado do Instituto Socioambiental - ISA, Membro da Diretoria da Assocaição Brasileira de Professores de Direito Ambiental (APRODAB). Integrante do Instituto de Pesquisa em Direito e Movimentos Sociais (IPDMS). Presidente do Centro de  Pesquisa e Extensão em Direitos Socioambiental (CEPEDIS). Autor de vários livros entre as obras: A função social da terra; Espaços Territoriais Protegidos e Unidades de Conservação; A liberdade e outros direitos: ensaios socioambientais. Também foi organizador de muitos outros livros. Foi exilado político no Uruguai, Chile, Dinamarca e São Tomé e Príncipe(África), entre os anos de 1970 a 1979. E tem exercido advocacia em favor dos povos indígenas desde 1980.   

* MSC. FLÁVIA DOMINI ROSSITO - Doutoranda em Meio Ambiente e Desenvolvimento pela Universidade Federal de Mato Grosso. Especialista em Direito do Trabalho e Processual do Trabalho pela Escola Paulista de Direito. Graduada em Direito pelo Centro Universitário Euripides de Marília. Pesquisadora junto ao grupo EKOA: direito, movimentos sociais e natureza, coordenada pela Profa. Dra. Katya R. Isaguirre-Torres, diante do Programa de Pós-Graduação em meio ambiente e desenvolvimento da Universidade Federal do Paraná. Pesquisadora do Grupo de Pesquisa" Meio Ambiente: Sociedades Tradicionais e Sociedade Hegemônica" coord. Prof. Carlos  Frederico Marés de Souza Filho, Prof. Dra. Heline Sivini Ferreira e Dr. Vladimir Passos de Freitas, PUCPR. Pesquisadora Associada ao Instituto de Pesquisa Direitos e Movimentos Sociais (IPDMS)e advogada militante.   

* DRA. KATYA REGINA ISAGUIRRE TORRES - Graduação em Direito (1996), Mestre em Direito Empresarial e Cidadania (2007). Doutora em Meio Ambiente e Desenvolvimeno junto ao MADE/UFPR, tendo realizado doutorado sanduíche na Universidade de Liège - França. Sua experiência esta voltado a metodologias interdiciplinar e atualmente desenvolve pesquisas e projetos de extensão voltados para às áreas temáticas dos direitos humanos, atualmente concentrada nas seguintes abordagens: meio ambiente, ruralidade, conflitos socioambientais relativos ao uso e ocupação do território. 

* DRA. MARGIT HAUER - Engenheira Agrônoma, formada pela UFPR em 1986 ,Especialização em Metodologia Científica nas Ciências Sociais - UFPR - 1994. Mestrado em Agronomia - Área de concentração Ciência do Solo - UFPR - 2000.Doutora em Engenharia Florestal - UFPR - 2009. Pós-Doutora pela Univesité Toulouse - Jean Jaurés - Laboratoire Dynamiques Rurales. Ingressou como servidora pelo extinto ITCF em 1986 e com a criação do Instituto Ambiental do Paraná em 1992, ficou lotada no órgão até os dias de hoje. 

* MSC. MAURI CESAR BARBOSA PEREIRA - Engenheiro Florestal pela UFPR. Pós-Graduado Pós-Graduação em Fertilidade do Solo e Nutrição de Plantas e Pós-Graduação em Direito Ambiental. Mestre em Engenharia Florestal, Setor de Ciências Agrárias da UFPR.  Servidor da SEMA/PR, onde atuou como Secretário Executivo e Diretor da Rede Brasil de Organismo de Bacias Hidrográficas ? REBOB e da Rede Latino Americana de Organismo de Bacias ? RELOB. Foi membro do Comitê da Bacia do Alto Iguaçu e Paraná II e atual membro do Comitê do Rio Paranapanema, como também foi responsável pela Coordenadoria de Recursos Hídricos e Atmosféricos da SEMA/PR.

* Esp. PAULO ROBERTO CASTELLA - Engenheiro Agrônomo, especialista em gestão socioambiental portuária, Coordenador de Educação Ambiental e Jardins Botânicos - 2011/2014; Secretario Executivo do Conselho Estadual do Meio Ambiente - 2006/2010; Gerente técnico do Projeto ?Gestão Integrada da Zona Costeira do Paraná, com ênfase na área marinha" - 2002/2010; Coordenador técnico do Subprojeto Conservação da Floresta com Araucária ? Apoiado pelo CNPq. e Ministério do Meio Ambiente - 1999/2002; Coordenador do Projeto Floresta Atlântica/Programa Nacional do Meio Ambiente e responsável técnico pelo Gerenciamento Costeiro - 1994/1999; Membro e Presidente da Câmara técnica de Integração da Gestão das Bacias Hidrográficas e dos Sistemas Estuarinos e Zona Costeira ?  Conselho Nacional de Recursos Hídricos ? CNRH - 2007 a 2010;

* Esp. ROSANA MARIA BARA CASTELLA - Bióloga, Secretaria Executiva do Forum Paranaense de Mudanças Climáticas Globais de 2013/2014; assessora técnica do Conselho estadual do Meio Ambiente do Paraná 2006/2010, Coordenadora do setor Agricultura, Floresta e Outros Usos do Solo, do Primeiro Inventario de Gases de Efeito Estufa do Paraná ? 2014. Representante Estadual junto ao Instituto de Energia e Meio Ambiente na elaboração do Primeiro Diagnóstico da Rede de Monitoramento da Qualidade do Ar no Brasil/2014. Colaboradora Voluntaria Estadual para as ações da 3ª Reunião das Partes (MOP 3) do Protocolo de Cartagena sobre Biossegurança, de 13 a 17 de março de 2006, e da 8ª Reunião da Conferência das Partes (COP 8) da Convenção sobre Diversidade Biológica, de 20 a 31 de março de 2006, em Curitiba, Paraná; Membro indicado do Fórum Brasileiro de Mudanças Climáticas ao Plano Setorial da Saúde para Mitigação e Adaptação às Mudanças Climáticas - junho 2013. Colaborou na elaboração da Série Histórica Bacias Hidrográficas do Paraná em 2010; Organizadora da publicação Subsídios ao Ordenamento das Áreas Estuarinas e Costeira do Paraná: Projeto Gestão Integrada da Zona Costeira do Paraná com ênfase na Área Marinha em 2006.

 COORDENAÇÃO CIENTÍFICA

* MSC. LUIZ ARTHUR KLAS GNESTE DA CONCEIÇÃO (org) - Formado em Direito (PUCPR), Bacharel em Ciência Política (Univali) Licenciatura em Sociologia( PUCPR) Especialista em Projetos e Programas Sociais (PUCPR), Mestrado em Educação com ênfase em Educação Ambiental(UNINTER/U.Porto) e jornalista profissional(MTB/PR7601). Foi coordenador de projeto sociais nordeste brasileiro, Timor Leste, países africanos e entidades italianas. Atualmente é professor da FACEL/ Curitiba e autor de alguns artigos científicos na área ambiental.   Atuou na área de sociologia no Secretária de Estado da Educação. 

COLABORADORES - ADRIANO WILD, AMAURI ANTONIO MOSSMAMM, CARLOS ALBERTO TAVARES  FERREIRA; DÉBORA ALBURQUERQUE, GERSON LUIZ BUCZENKO, JOSEANAIR HERMES, MARIA ANGÊLICA RESENDE VILAS LOBOS, NELSON  LUIZ  ZILLI, PAULO SALAMUNI, ROBERTO M. BARBOSA

REVISÃO DE TEXTO e COMUNICAÇÃO - MARCOS HUMBERTO SCOTTI